Não se costuma falar sobre isso

Anúncios

Algumas coisas não mudam…

 

Segundo  matéria do Portal Estadão, apesar do grande número de doações que chegam ser muito grande, nem sempre as vítimas da tragédia conseguem receber os donativos. O problema, senhores, é que o prefeito de Teresópolis é EVANGÉLICO! Trata-se do petista Jorge Mário Sedlacek, que, evidentemente, nega que esteja causando algum problema.
Diz o Estadão: A prefeitura de Teresópolis está sendo acusada também de impedir a distribuição de donativos por parte da Igreja Católica. Segundo o padre Paulo Botas, integrantes da comunidade católica que foram até o estádio Pedrão ouviram de funcionários municipais que “nenhuma igreja católica de Teresópolis iria receber doações”. A prefeitura desmente a informação – diz que a religião dos desabrigados não é fator levado em consideração.
“O prefeito é evangélico e não quer que a ajuda vá para os católicos”, critica o padre, da igreja do Sagrado Coração de Jesus de Barra do Imbuí, área bastante afetada pelas chuvas. Ele contou que foi alugado um galpão na frente da igreja, para onde seriam levados roupas e alimentos que emissários recolheriam do montante estocado no Pedrão.
Sem querer entrar em detalhes sobre a religião do prefeito, o padre Mario José Coutinho, decano da Diocese de Petrópolis, disse que a situação é de boicote à Igreja Católica. “É surreal, uma ofensa, uma vergonha. Transformaram uma questão humanitária em religiosa”. Nesta terça, antes de rezar uma missa de sétimo dia no Imbuí, o bispo de Petrópolis, dom Filippo Santoro, terá uma reunião com o prefeito para discutir o assunto.
Além disso, o Estadão informa que até mesmo a Cruz Vermelha foi barrada no baile. Caramba: o cara barrou a CRUZ VERMELHA!

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/#ixzz1BfZW7lwX
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike