Descubra quando você está mais criativo

ideia

Saiba como identificar seus momentos de criatividade e em quais situações sua imaginação fica mais fértil! 

Todo mundo tem um momento especial do dia em que se sente mais disposto e criativo. E alguns estudos, publicados pelo site Life Hacker, afirmam que é possível identificá-los. A ciência criou algumas teorias sobre os momentos em que estamos mais criativos. Uma delas sugere que a criatividade fica mais aguçada quando estamos sonolentos e cansados. Sim! A pesquisa aponta que o nosso cérebro gera soluções mais criativas para os problemas quando estamos com aquela sensação de moleza. Para alguns, isso acontece pela manhã, para outros durante a tarde ou a noite. Obviamente, o estudo afirma que cada organismo possui uma característica individual, portanto, o ideal é prestar atenção nestes três momentos e tentar identificar o seu. Já outra pesquisa acredita que a bebida alcoólica explora a criatividade do ser humano. A ideia é a mesma da teoria anterior: quando você permite que seu cérebro relaxe, você consegue obter respostas mais criativas. Em outras palavras, esta sensação de sonolência, causada pela bebida e pelo cansaço, deixa a sua mente mais leve e, consequentemente, mais criativa. Na mesma linha, uma teoria afirma que o cérebro continua buscando por soluções criativas quando você vai dormir com algum problema na cabeça. O estudo ainda diz que a criatividade entra em ação se, ao acordar, você retomar o assunto.

O oposto também já foi considerado eficaz. A prática do exercício físico pode ajudar quando o assunto é criatividade em alta. A teoria  afirma que quando você se foca no seu corpo, você deixa sua mente mais livre para gerar ideias. Uma outra pesquisa descobriu que quando a criatividade está relacionada a uma rotina, ela tende a aparecer na hora certa. Basicamente, o estudo sugere que se você for uma pessoa organizada, que sempre elabora listas de afazeres e segue sua agenda, você pode “decidir” o momento de ser criativo. Dessa forma, a primeira dica para conseguirmos gerar nosso próprio momento de criatividade é: seja organizado. Outra dica é criar uma planilha onde você possa marcar os momentos e dias em que esteve mais criativo. Assim, é possível começar a identificar como o seu cérebro funciona e quais os momentos em que você pode contar com sua imaginação. Uma sugestão: use aplicativos que permitam inserir comentários em cada faixa de horário do dia, assim você terá ainda mais precisão. Uma sugestão simples e que também dá bastante resultado é anotar o horário em que você teve uma ideia. Anote em um bloquinho ou post it e coloque a hora exata. Com o tempo, analise as “eurekas” e tente identificar em qual momento do dia você esteve mais propenso à criatividade. O app para iOS e Android, chamado “Moment Diary”, é ideal para isso. A criatividade pode ser bastante irregular. Mas, com as dicas acima, dá para começar a entender como a sua funciona. Seja em uma corrida pela manhã, soneca à tarde ou uma bebedeira com os amigos, todo mundo tem um momento certo para criar e solucionar os problemas que, às vezes, nos parecem impossíveis. Pessoalmente, sinto-me mais criativo quando me exercito pela manhã, durante uma caminhada, ou após estudar um pouco à noite.

via http://olhardigital.uol.com.br

Como saber o caminho certo?

Saber o caminho certo é muito mais do que uma questão filosófica, religiosa ou científica. Humanos de todos os tipos (e tem cada tipo!) procuram o caminho. Jesus já garantiu que Ele mesmo é O caminho. Pronto. Tudo resolvido. Se sua Graça me alcançar, terei alcançado tudo.

Mas em se tratando de outras questões da existência humana, se você crê que realmente existam outras, uma coisa importante a se considerar é se você está realmente errado. Se estiver, quanto mais errado estiver melhor. Será mais fácil fazer o certo. Pelo menos na teoria. Explico. Uma vez estava tentando voltar para casa, mas por descuido, estava no sentido contrário da rodovia, ou seja, indo para mais longe, totalmente errado. Quando percebi, já estava próximo a outra cidade. Mas fora o desacerto, concertar era fácil. Era só fazer o caminho reverso.

Não se aplica a tudo é claro. Mas certamente não tenho experimentado muita coisa que gostaria porque estou fazendo o contrário do que deveria fazer!

Pena não ter encontrado o video com legendas, mas ilustra com humor e perfeição o que estou tentando dizer.