Atendimento único

Sei que não será nenhuma novidade fazer um “elogio” ao tipo de atendimento que encontramos nos mais variados tipos de estabelecimentos. O serviço de call center, então, é um caso a parte.

Talvez por também lidar na área em meu dia a dia, fico algumas vezes mais impressionado com o que vejo. Fui esta semana fazer um carimbo e achei muito instrutivo o atendimento. Aprendi a como fazer um atendimento único, do tipo, nunca mais voltarei a este lugar.

Primeiro, ao chegar, ninguém existe para te atender. Tive que fazer algum tipo de barulho para ser percebido. Então,  a aparente dona da loja apareceu. Com cara de pesar de ter sido interrompida do que estava fazendo. Dormindo parecia. Expliquei o que queria e, ela apenas anotou alguma coisa, como já fazendo uma espécie de ordem de serviço. Tive que perguntar quanto ficaria e em quanto tempo. A “moça ” não achou que seria algo que eu gostaria de saber! Sem olhar para mim ela apenas falou o preço e disse que ficaria pronto no dia seguinte, hora tal. Mais de vinte e quatro horas depois. Pelo jeito, muitos outros insatisfeitos estão na minha frente. Para finalizar, algum conhecido da miss simpatia balconista chegou e então, começaram a conversar como se não houvesse um cliente na loja!

Sem alternativas, apenas saí da loja e voltei no dia seguinte, na hora combinada. Gostaria que tivesse outro lugar para procurar serviço melhor. Mas não tinha tempo.

O serviço foi feito. Mas o cliente foi perdido. Foi um atendimento único. Espero não atender a outros assim. Espero nunca mais precisar de um carimbo. Desta loja.

Anúncios